Nachrichten - News - Noticias
 published: 2009-05-05

Quando as talhas estiverem vazias

Procissão de maio em Schoenstatt 

 

Apertura del mes de mayo en Schoenstatt

May Opening in Schoenstatt

Maieröffnung in Schönstatt

 

Liturgia en la Iglesia de los Pallottinos

Liturgy in the Church of the Pallottines

Wortgottesdienst in der Kirche der Pallottiner

 
 

El P. Eric Riechers SAC saluda a los participantes

Fr. Eric Riechers SAC greetings the participants

P. Eric Riechers SAC begrüßt die zahlreichen Teilnehmer

 
 

Prédica: P. Kiefer SAC, párroco de Vallendar

Sermon: Fr. Kiefer SAC, parish priest in Vallendar

Predigt: P. Kiefer SAC, Pfarrer in Vallendar

 
 

Oración final

Final prayers

Gebete am Schluss

 
 

SCHOENSTATT, mkf. A comunidade dos Palotinos no local de Schoenstatt, a Paróquia de Vallendar, Alemanha, e o Movimento Apostólico de Schoenstatt celebraram no declínio da tarde de 30 de abril a tradicional abertura do mês de maio, por excelência a Nossa Senhora dedicado, com uma celebração eucarística na Igreja dos Palotinos, que se encontrava repleta de fiéis, assim quanto com uma procissão pelo "longo caminho" rumo ao Santuário Original e com um período de oração comunitária defronte do Santuário Original.

O tema despertou interesse: a cena bíblica das bodas de Caná, bem como o primeiro milagre por Cristo Jesus operado, é conhecida, e bem adaptável ao concreto do cotio do homem: um casamento em que acaba o vinho... Isso é desagradável, constrangedor; não é nenhum fim do mundo; porém indispõe... E, depois, esta mulher, Maria Santíssima, que se apercebe da aflição dos serventes, dirige-se simplesmente a Jesus e diz-lhe o que a Ele já há muito Lhe é do conhecimento: Eles já não têm vinho. Não é um pedido direto, lamúrias nem pedagogia, tal como por vezes sucede em nossas preces: Faz com que eles aprendam a planejar e a organizar melhor...

"Quando as talhas estiverem vazias", eis o tema para o início deste mês de maio, de modo que já nos dias que antecederam a este dia de abertura se havia sentido a alegria a respeito deste tema, desta palestra e desta imagem.

Deus pode transformar o que consideramos impossível

Em sua homilia, o pe. Kiefer SAC, Vallendar, Alemanha, tratou ambas as frases proferidas por Maria Santíssima nas bodas de Caná: "Eles já não têm vinho" – e aos serventes: "Fazei tudo o que ele vos disser". Poderemos e deveremos agarrar-nos a elas quando as talhas estiverem vazias, assim diz o pe. Kiefer, ao notarmos que já nada poderemos tirar em esperança, fé e disponibilidade de paz. Jesus mandou encher as talhas com o que naquela ocasião havia, por outra, com aquilo que ele tinha: com água. E quando as talhas estiverem vazias, poderemos dirigir-nos a Jesus, em companhia de Maria Santíssima, com o alento de suplicar a Deus a transformação em abundância. As palavras: "Fazei tudo o que ele vos disser", poderíamos e deveríamos escutá-las como convite para apresentar nossas limitações e aptidões qual água despejada na talha, a fim de poder Deus transformar o que consideramos impossível.

Maria, Rainha de Maio...

Tanto os textos quanto as orações da procissão – ocorrida ao redor da Praça dos Romeiros - encontram-se submersas no tema de abertura do mês de maio e conduzem ao encontro com Maria Santíssima em seu Santuário, em que, desde há anos, uma talha – presente das Senhoras do Chile – recorda a hora das talhas, por outra, o prodígio de Caná. "Em Caná vemos como tu, em ato e palavras, entreviste em prol dos homens. Outrossim nós podemos contar com tua assistência", assim reza a oração introdutória de uma ladainha que patenteia Maria Santíssima qual mulher que acompanha os homens, atenta às necessidades desses...

Cânticos há que têm algo do mistério de Caná; aqui a água torna-se vinho: Ao ressoar o cântico "Maria Santíssima, Rainha de Maio", todos cantam com maior vibração e intimidade, sem recorrer ao texto impresso, de modo que se sente como vibram recordações nos antigos textos e melodias, entoadas com alma e coração ... Recordações dos altares de maio dedicados a Maria Santíssima, das "Horas de Maria", velas, procissões... lírios do vale; e quando um cântico assim ressoa, torna-se comunidade, torna-se comunhão ...

Com a consagração a Nossa Senhora, e a prece suplicando a graça de um mês de maio copiosamente abençoado, assim quanto com a bênção dos presbíteros, esta procissão de maio chega a seu término; porém outrossim com um agradecimento peculiar pelo fato de não haver o céu enchido as talhas com a água da chuva, em face da previsão metrológica!

Finda a cerimônia, ainda por longo tempo pequenos grupos se encontram reunidos, falando, planejando, alegrando-se com os vindouros dias de maio; e muitos são aqueles que neste belíssimo mês do ano virão a Schoenstatt – logo no dia imediato ocorrerá a peregrinação das Famílias de Würzburg, depois a peregrinação de Fulda no Dia da Mãe e da peregrinação dos motoqueiros, para além das peregrinações do Chile e da Argentina... e o evento Recepção de maio para representantes da Igreja e da sociedade, que, em 16 de maio próximo, ocorrerá pela primeira em Schoenstatt.

Cada um dança a "Dança de maio, a seu modo, assim diz o reitor Zillekens. "Nossa Dança de maio" é aqui; e ela é bela!"

Tradução: Abadia da Ressurreição, Ponta Grossa, Paraná, Brasil

Comenzó el mes de María...

Mary’s month has begun

Der Mai hat sehr schön angefangen...

Fotos: Brehm © 2009

Álbum de fotos – photo album – Fotoalbum

 


 

Zurück/Back: [Seitenanfang / Top] [letzte Seite / last page] [Homepage]
Impressum © 2009 Schönstatt-Bewegung in Deutschland, PressOffice Schönstatt, all rights reserved, Mail: Editor /Webmaster
Last Update: 12.05.2009