Nachrichten - News - Noticias
 published: 2009-01-21

Celebrar nossa vocação

Celebração do primeiro Dia da Aliança de 2009 em Schoenstatt, às portas da Conferência 2014

 

18. Januar in Schönstatt, erster Bündnistag des Jahres

18 de enero en Schoenstatt, primer día 18 del año

January 18 in Schoenstatt, first Covenant Day of the Year

18. Januar in Schönstatt, erster Bündnistag des Jahres

 

Bündnismesse

Misa de la Alianza

Covenant Mass

Bündnismesse

 
P. José María García  

P. José María García

Fr. José María García

P. José María García

 
Ankunft am Urheiligtum  

En el Santuario Original

Arriving at the Original Shrine

Ankunft am Urheiligtum

 
Am Feuer trafen sich “plötzlich” drei Argentinierinnen  

Tres argentinas se encontraron en Schoenstatt

Three Argentineans met at the fire

Am Feuer trafen sich “plötzlich” drei Argentinierinnen

 
Licht vom Heiligtum, Heiligtum im Licht  

La luz del Santuario...

Light of the Shrine

Licht vom Heiligtum, Heiligtum im Licht

Fotos: Cássio Leal/K. Fischer © 2009

Álbum de fotos – photo album – Fotoalbum

 
 

SCHOENSTATT, mkf. Enquanto a Família de Schoenstatt se reunia junto ao lugar de origem, Santuário-Original – Schoenstatt, e no mundo inteiro para uma vez mais renovar a Aliança de Amor, a Igreja Católica dirigia o olhar para o México onde neste dia 18 de janeiro ocorreu o encerramento do Encontro Mundial das Famílias. Em uma mensagem proveniente do Vaticano e transmitida ao vivo (veja-se o texto), o papa disse aos milhares de casais que se haviam reunido diante da Basílica de Guadalupe, que também ele, graças à nova tecnologia da comunicação, tem vindo a peregrinar espiritualmente a esse Santuário mariano, ao coração do México e de toda a América, para entregar as famílias do mundo inteiro aos cuidados de Nossa Senhora de Guadalupe. Outrossim neste 18 de janeiro de 2009 , graças à nova tecnologia da comunicação, todos  puderam empreender pela primeira vez ao vivo, mediante  www.schoenstatt-tv.de,, uma peregrinação ao  Santuário mariano, situado no vale de Schoenstatt , que é o berço,  fonte e meta da vocação de todos aqueles que se denominam schoenstatteanos... e desejam ser a Família de Schoenstatt, uma verdadeira família, como acentuou o pe. José María García.

Antes da renovação da Aliança de Amor, o referido presbítero fez menção de algo bem peculiar: esta Família encontra-se agora universalmente vinculada  mediante à nova tecnologia da comunicação,  e muito mais ainda mediante a corrente da vida e das graças que  nos une como família a todos os recantos do mundo, que, através de um Santuário,  encontram-se  vinculados a  este Santuário-Original.

Aliança de Amor, nossa vocação

Enquanto a Igreja Católica dirige o olhar para o México onde cerca de 1,5 milhão de pessoas se havia reunido para o encerramento do Encontro Mundial das Famílias, e o mundo gira ao redor da crise financeira, nós renovamos nossa Aliança de Amor, assim comenta o pe. José María García: “A Igreja Católica, nossa família, dirige o olhar para a família, procurando-a; o mundo é abrangido por uma perda de confiança de dimensão sem igual. Neste contexto renovamos nossa vocação, por outra, nossa vocação da Aliança de Amor, para podermos dar uma resposta ao mundo em busca de confiança e certeza; ao mundo, que procura, no fundo, o apoio de uma família; por isso não podemos renovar nossa Aliança de Amor fora do atual contexto mundial e eclesial, assim diz o pe.José María García; somos chamados  e desafiados a viver a Aliança de Amor para uma Igreja e para um mundo  concreto. Ao mesmo tempo, assim acentua ele, no dia 18 de cada mês renovamos e celebramos nossa Aliança de Amor. E em 2014 iremos renová-la em agradecimento por todas as maravilhas por Deus operadas  por nosso intermédio, reconhecendo ao mesmo tempo nossos limites,  e tudo o que restou, por outra, tudo aquilo que não corresponde à realização da missão.

Partindo do evangelho da celebração eucarística deste dia, (Jo 1, 35-42), do chamado dos primeiros discípulos, o pe. José María García apresentou a seguir como em cada dia 18 contemplamos e renovamos nossa história vocacional, assim pessoal quanto comunitária; João Batista enviou os dois primeiros apóstolos a Jesus; e este, ao voltar-se para eles, pergunta-lhes: “Que procurais?” É o início de um diálogo, que, antes demais, conduz os apóstolos ao meio onde vive Jesus, e, a seguir, a darem o passo para tudo deixar, colocando-se assim inteiramente à disposição de Cristo.

No dia 18 de cada mês celebramos a história de nossa vocação; no dia 18 de cada mês o Senhor volta-se para nós - nós que O seguimos nesta específica via de vocação - e pergunta-nos: “Que procurais?”; e nossa resposta é-lhe dada com o desejo de missão...

Família do Pai

Esta missão engloba, como elemento essencial, o ser família, numa concepção de família que ultrapassa largamente o conceito puramente sociológico; em Schoenstatt trata-se da vocação para o ser família, qual comunidade em que Deus vive e opera, em uma autêntica Família do Pai. Isto é nossa mensagem.

Em um mundo onde os homens perderam a confiança – em pessoas, instituições, em estados – renovamos a Aliança de Amor como resposta a esse anseio de confiança e de família. Com isto, celebramos outrossim nossos limites, pois estes nos não diminuem; vemo-nos chamados para o mundo, e graça que recebemos na Aliança de Amor não pretende simplesmente permanecer  apenas graça, senão que produzir frutos, por outra, realizar-se em frutos concretos, na bênção para outrem.

A Conferência 2014, a realizar-se entre o período de 1º e 7 de fevereiro próximo, encontra-se neste contexto. Representantes de toda a Família internacional devem reunir-se qual Família do Pai, ou melhor, qual família chamada pelo Pai, envida pelo Pai, instruída pelo Pai, colocada para este tempo, aberta como ele e consciente da missão para o mundo de hoje.

No término da celebração, o referido presbítero recomendou às orações de todos os presentes esta Conferência, assim quanto seus cerca de 100 representantes provenientes de 32 países.

Esta comoção internacional

Juntamente com suas amigas Stephanie e Cecília Ter da Argentina, Lea Kroeger (16), membro da Juventude Feminina de Endel, Alemanha, participou pela segunda vez da Missa da Aliança em Schoenstatt! A elas, que haviam chegado uma meia hora antes do início da celebração, coube-lhes a honra de trazerem as estrelas que haviam sido enviadas ao Santuário-Original via Internet e que seriam então queimadas nesta Missa da Aliança. Por que razão lhes havia aprazido mais a Missa da Aliança em março findo, apesar de todo o entusiasmo? “A outra missa, em maio de 2008, foi uma missa celebrada em vários idiomas: inglês, espanhol, alemão e talvez ainda em outros mais. Esta comoção internacional que foi outrossim sustentada mediante cânticos em vários idiomas, muito me comoveu. Na verdade, nem tudo se compreendia, bem como nem sempre se podia acompanhar os cânticos; porém nas faces dos ouvintes e na  do dirigente podia-se reconhecer o tema aí tratado; a atmosfera nessa ocasião vivida falava por si mesma. Hoje a missa foi quase toda ela celebrada  em alemão, e, ao mesmo tempo, esperava sinceramente ouvir algo em espanhol ou em inglês. Porém não houve menção alguma em língua inglesa. Apenas alguns fragmentos em língua espanhola, o que muito  lamento...”

“Esta comoção internacional sucederá certamente na Jornada de Planejamento e... em 2014; depois dentro de três anos prestarei meu vestibular; e depois irei fazer alguma coisa aqui!”

A presença de todos em Schoenstatt

Volvida a Missa da Aliança, todos se dirigiram em procissão ao Santuário-Original  para aí, onde teve início a história vocacional de Schoenstatt e de cada um dos schoenstatteanos, renovarem a própria  vocação, a Aliança de Amor.

Antes da renovação da Aliança de Amor, ocorreu a cerimônia da bênção e do envio de imagens peregrinas destinadas à Alemanha e Romênia. Em seguida, todos os presentes recitaram a oração “Ó Senhora minha, ó minha Mãe...” em seus próprios idiomas. No término, todos os presentes dirigiram-se para junto da fogueira situada na Praça dos Romeiros, onde foram então queimadas as cédulas com as intenções e contribuições para o Capital de Graças, bem como as estrelas dos “Dez minutos junto ao presépio”. E deste modo, uma vez mais, se sentiu: Todos podem vir a Ti... no dia 18 de cada mês... e 2014!

Tradução: Abadia da Ressurreição, Ponta Grossa, PR, Brasil

 


 

Zurück/Back: [Seitenanfang / Top] [letzte Seite / last page] [Homepage]
Impressum © 2008 Schönstatt-Bewegung in Deutschland, PressOffice Schönstatt, all rights reserved, Mail: Editor /Webmaster
Last Update: 30.01.2009