Nachrichten - News - Noticias
 published: 2007-11-02

Treze anos de Santuário do Monte Sión, Gikungu

Lembranças da admirável festa de 23 de outubro de 1994 (primeira parte)

 

Pilger beim Heiligtum von Bujumbura, Burundi

Peregrinos en el Santuario de Bujumbura, Burundi

Pilgrims at the Shrine in Bujumbura, Burundi

Pilger beim Heiligtum von Bujumbura, Burundi

Foto: Sr. Lisette Seitzer © 2007

 

Das Heiligtum ist schon 13 Jahre alt

El Santuario cumplió 13 años

13th birthday of the Shrine

Das Heiligtum ist schon 13 Jahre alt

 
Ein Ort der Freude und des Friedens  

Un lugar de alegría y paz

A place of joy and peace

Ein Ort der Freude und des Friedens

Fotos: Marahukiro © 2007

 
Die ganze Schönstattfamilie möchte mitarbeiten für den Frieden  

Toda la familia de Burundi quiere trabajar por la paz

The entire Schoenstatt family is working for peace

Die ganze Schönstattfamilie möchte mitarbeiten für den Frieden

Foto: Sr. Lisette Seitzer © 2007

 
Pater Josef Barmettler richtet die Auxiliar für ihren Flug nach Burundi  

El P. Josef Bermettler arregla la Auxiliar para su viaje a Burundi

Fr. Joseph Barmettler mending the Auxiliar for her visit to Burundi

Pater Josef Barmettler richtet die Auxiliar für ihren Flug nach Burundi

Foto: POS Fischer © 2007

 
 

BURUNDI, Pe. Deogratias Marahukiro. Vinte e três de outubro de 2007. Um feliz aniversário que de todo o coração e com grande alegria oferecemos à nossa tão querida Mãe, que reina no Santuário do Monte Sión, Gikungu. Para ela acendemos treze velas; pois sem ela o Santuário seria meramente um museu.

Este dia traz à memória a admirável festa de 23 de outubro de 1994; afigura que nesse dia céu e terra se tocaram, selando uma aliança com este monte. O sol da esperança nasceu por sobre um Burundi que vivera nas trevas de uma guerra civil, e cuja aurora já irradiava os cumes das montanhas do "país das mil e uma colinas", a partir de Gikungu. Apesar das dificuldades inicias, Maria Santíssima estendeu seu manto protetor.

Começos difíceis

Os inícios na obscuríssima época da história de Burundi não foram de fato fáceis. O ano de 1994 foi um período de desperança e de pranto para muitos de Burundi. Depois do assassinato do primeiro presidente democraticamente eleito e de seus colaborados mais próximos pela junta militar, o país dissipou-se em frenesi de massacres em quase todas as colinas de Burundi.

Todas as colinas choraram desesperadamente todos os que partiram e nunca mais regressaram. O país vizinho Ruanda sofreu um genocídio sem par. Figurava como se outrora os demônios da guerra e da morte tivessem combinado um encontro na região dos grandes lagos. Assim, estes paises tornaram-se causas de grandes problemas. É nestas circunstâncias que foi construído e dedicado o Santuário no Monte Sión; é nestas circunstâncias que o Santuário teve de descobrir sua missão; este Santuário tornou-se uma mensagem de Deus, qual resposta divina, para o povo de Burundi, assim quanto para a região dos grandes lagos. Deus apresentou a Virgem Maria, a Virgem dolorosa, qual consoladora de seu povo. Ele pretendia que a Mãe Três Vezes Admirável e Vencedora de Schoenstatt vença contra os demônios da divisão, da guerra e da morte.

Maria Santíssima estende seu manto protetor

Apesar das dificuldades iniciais, Maria Santíssima revela-se qual Protetora e Vencedora. Estendeu seu manto protetor por sobre todos os filhos seus e por sobre o seu "ikirimba". Quantas vezes não passamos por momentos difíceis?! Quantas vezes não pensamos que seria o derradeiro dia de nossa vida?! Quantas vezes as balas e granadas sobrevoaram por sobre a nossa igreja e por sobre o nosso pequeno Santuário?! Quantas vezes... Quantas vezes... Sim, aquele que duvidar a esse respeito, bastará apenas vir até aqui para escutar as maravilhas que o Senhor nos operou. Sempre tivemos a impressão, ou melhor dizendo, a certeza de fé de que Nossa Senhora havia estendido seu manto protetor por sobre o Monte Sión. Todas as flechas inflamadas do demônio foram neutralizadas, assim quanto todas as granadas. Neste combate espiritual, Maria Santíssima desempenha um papel importante. Seu manto serviu de "defesa antiaérea". Sim, estamos convictos de que a Virgem Maria nos tem protegido e por nós velado até ao presente. Ela nos não só protegeu contra todos os perigos. Fez muito mais do que isso. Fez com que seu "ikirimba" voltasse a florescer atraindo a si, ao mesmo tempo, os corações de muitos jovens, distribuindo copiosas graças. Em tudo se mostrou veramente operante.

Trad:Abadia da Ressurreição, Ponta Grossa, PR, Brasil

 

 

 

Zurück/Back: [Seitenanfang / Top] [letzte Seite / last page] [Homepage]
Impressum © 2007 Schönstatt-Bewegung in Deutschland, PressOffice Schönstatt, all rights reserved, Mail: Editor /Webmaster
Last Update: 30.11.2007